segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Da diferença dos olhos...



"Agora, ao final de nossas andanças, nossos olhos são outros, olhos de velhice,
de saudade. 'Toda saudade é uma espécie de velhice'.
É por isso que os olhos dos velhos vão se enchendo de ausências.
'Memória fraca', dizem os jovens.
Engano: é que a sua alma sabe o que merece ser lembrado.
Esquecem-se do que aconteceu ontem, mas se lembram do
que aconteceu há muito tempo, como se fosse hoje."


[Se eu pudesse viver minha vida novamente -
Rubem Alves]

4 comentários:

Henrik disse...

eu concordo plenamente com a frase 'toda a saudade é uma espécie de velhice' pois é totalmente adequada ao sentimento que nos provoca. a de um passado que já foi, há quem envelheça de mais sem o corpo o seguir e não devia ser assim, mas caramba o mundo não é como queremos.

Di disse...

Só não lembre de boas sensações como se não pudessem ser vividas de novo. Talvez não da mesma forma, mas boas emoções também se repetem.
beijo!

,,, aquela que voa disse...

Eu acho lindo quem vive com a vida nas retinas. Quem tem boas memórias pra viver.. bjs :*

ocasodoacaso disse...

Mimo no Ocaso pra você , linda!
Bjs