quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Rosa Azul...


Descobri que não me conheço tanto quanto achava que conhecia.
Mantêr a pose, levantado sempre o cartaz de "a durona", "a forte", "a que suporta"... tive minhas mais profundas emoções remexidas por uma conversa que inocentemente tomou o rumo de um confronto. Lembranças vieram à tona, a mente começou a dar voltas e a se perder entre o vivido e o que ainda pode ser...terminei por não conseguir mantêr o rótulo de "nada a atinge".
E as lágrimas vieram!
Junto delas o sentimento de fraqueza, impotência, pois chorar
demonstra algum nível de fragilidade...não aceitava ser frágil.
Fui descrita assim:

"Aninha, hoje descobri e comprovei que você é aquela rosa azul dos contos que ouvia ... aquela rosa azul que nasce no fim do arco-íris, imponente, com porte de imortal, com características de força, ares de superioridade, não a que agride, mas a superioridade de conquista, de liderança ... a rosa azul que é rara de ser encontrada por ser possuidora de uma imagem forte, beleza invejável, perfume atraente e pose de inânimidade.
Porém, ao ser tocada em uma de suas pétalas, seja com a ponta dos dedos ou simplesmente com um sopro de ar um tanto mais quente ...
ela murcha e demonstra o que está escondido por detrás do perfil tão dominante que possui involuntariamente ...


sua fragilidade é exposta ...
sua debilidade é externada ...
sua capa de imponência absoluta cai ...


Ana, você é a rosa azul que embora linda e rara,
se fixou aos pés do arco-íris e não
permite ser admirada como se deve,
pelo que realmente importa ...
a sua essência."


Obrigada Ed ... obrigada por me fazer enxergar o que na verdade não queria ver!

11 comentários:

Henrik disse...

Ninguém se conhece e/ou se conhecerá verdadeiramente. Viver é um constante reinventar e sobretudo um constante lidar de acasos. Mas, as protecções, os castelos que construímos para nos proteger, são mais frequentes do que se julga. É preciso ir desmontando o nosso castelo peça a peça para melhor enfrentar o vento.

Zé Camões disse...

Tem graça, eu tambem não me conheço.
Cumprimentos

rafael disse...

Hummm... bacanérrimo qdo alguém nos ajuda a enxergar uma suposta verdade.... Rafael

Ana Luisa disse...

Rafa, desculpe mas não consigo comentar seu blog. Tentei te agradecer a visita mas não deu certo, de qualquer forma muito obrigada.

Grande beijo.

dZ disse...

Nossa, eu pensei que no fim do arcoiris so tinha um pote de ouro :P


(desculpe, nao resisti, bejus)

Ni ... disse...

Que delicia te ler... consegue me fazer sentir na alma...

Beijo e mais beijos...

Graciela Lize disse...

Nossa Ana que texto lindo!!!
Putsss, sabe que as vezes sinto a mesma coisa. No fundo no fundo acho q sempre tive medo de conhecer profundamente, srrsrs, há coisas em mim que eu gostaria de esquecer, mas quem sabe com o tempo ganho maturidade e aprendo a me entender.

Quanto ao comentario, não faltará opotunidade!! Quem sabe em 2009 eu faço um passeio e a gente marca um café!

Tb ia adorar te conhecer, somos assim uma especie de alma gemeas,rsrsr...Me indentifico muito com seus textos.

E tenho um carinho enorme por vc!!!
Obrigada por estar sempre por aqui, amoooooooo!!
bjs

Di disse...

A verdade é que todos são frágeis, as pessoas evitam demonstrar. Desmonstram quando alguém toca profundamente sua sensibilidade, mas isso não te torna impotente ou fraca, mocinha.
E permita-se ser admirada! =)

Fica bem!

beijinho

ocasodoacaso disse...

Conhecer-se completamente?
Acho impossível!
Mas acho lindo que sejas uma rosa azul. Rara...raríssima!
Bjsss

Rosana disse...

Ana,
Seu texto é lindo e emociona. Na verdade todos somos frágeis de alguma maneira e em alguns momentos da vida. Não dá para bancar sempre a "durona", a "perfeita", em todas as horas. Não é vergonha nenhuma chorar, não é fraqueza. Um sentimento verdadeiro não pode ser escondido com frequencia, o custo pode ser alto para nossa saúde físcia e mental.
Um grande beijo,
Rosana

Cético disse...

É fácil..maravilhoso e místico compreender você,...
Não tem do que me agradecer, é só vivermos bem e intensamente um dia após o outro!..
Tudo Deus fez formoso no seu devido tempo!..bj Ed............