terça-feira, 18 de novembro de 2008

Amei-te...


"Chegou a reconhecê-la no tumulto através das lágrimas da dor que jamais se repetiria de morrer sem ela, e a olhou pela última vez para todo o sempre com os mais luminosos, mais tristes e mais agradecidos olhos que ela jamais vira no rosto dele em meio século de vida em comum, e ainda conseguiu dizer-lhe com o último alento:
- Só Deus sabe quanto amei você".



Gabriel Garcia Marquez

. O Amor no Tempo do Cólera .



Poetriz...minha fonte!

13 comentários:

Henrik disse...

...«a água tormentosa
que a alma agora tem
cai de meus olhos tristes:
Ó tempo, ó tempo alegre,
onde é que existes?» Carlos de Oliveira.
para quê dizer mais...

Rafael disse...

Nossa sempre quis ler esse livro... ainda mais vendo esse pequeno trecho.. abraços... por msm inconscientemente ter me lembrado e indicado este livro...

Rosana disse...

Que coincidência, estou com este livro na cabeceira para reler, faz muito tempo que li a primeira vez. Esta frase faz pensar, me fez pensar que devemos sempre demonstrar nosso amor enquanto há tempo, antes que seja tarde.
Beijos,
Rosana

lyani disse...

LINDO!
Sem mais palavras...
E também estava com saudades de ti, estive um pouco afastada, ainda estou, não consigo visitar todos e ler ainda, mas logo entro de férias.. ^^
bjosss
Ly

Graciela Lize disse...

EU QUERO LER ESSE LIVRO!!
Aff, eu já queria vc só me fez querer mais,srrsrsr!!
Adoro essa caixa, sempre cheia d esupresas boas!

Ahhhhh passa lá no blog quando der,rsrsr, o bicho ta pegando!

amooooooooooooooooooooooo

beijos

Cristiane disse...

Tenho Gabriel Gárcia marques como um dos meus escritores preferidos! E esse livro é um dos que ainda não li.

Gostei do seu blog, voltarei, com certeza!
Dias felizes e um fim de semana iluminado!

Cris

meus instantes e momentos disse...

vim conhecer teu blog, gostei daqui;
Maurizio

AnaLua disse...

Esse é um dos meus livros preferidos, só perde, na minha opinião, pra Cem anos de Solidão!

Bjo!

Estava Perdida no Mar disse...

ai, eu li, eu assisti. Senti. Este livro é amor puro.

Beijos

Sandra disse...

Que delicia sentir-se assim... amar assim... Será possível isso na vida real???
bjim,

Janaína S. disse...

que lindo, e triste.


quero um amor desses pra mim.
beeijo.

luzdeluma disse...

Mórbido, mas bonito!! Beijus

Di disse...

Coisa mais linda! =D